terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Calendário 1992: As Beiras


Calendário da coleção Sorcacius de 1992, nº 25, com o jornal As Beiras
A coleção é composta por 125 calendários organizados por distrito.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

53º aniversário da Secção - programa


Eis o programa do 53º aniversário da Secção Filatélica da AAC:

Manhã - Visita livre à Feira de Colecionismo e Velharias (Praça do Comércio)

12:30 - Almoço comemorativo no Restaurante Cantinho do Reis (Terreiro da Erva) – sujeito a inscrição pelo e-mail filatelica@academica.pt

15.00 - Tertúlia filatélica
• Eleição do selo e bloco mais bonito de 2017
• Eleição melhor carimbo comemorativo de 2017

16:30 - Tertúlia e Convívio nas salas da Secção com Bolo de Aniversário e Porto de Honra

domingo, 4 de fevereiro de 2018

Concurso A Melhor Carta do ano 2018

O Concurso A Melhor Carta do ano 2018 é subordinado ao tema: “Imagina que és uma carta a viajar através do tempo. Que mensagem gostarias de transmitir aos teus leitores?”.


Este concurso é promovido a nível internacional pela União Postal Universal (UPU) em Portugal pelos CTT - Correios de Portugal e pela Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) e é destinado a crianças e jovens entre os 9 e os 15 anos, dividido em 2 categorias: dos 9 aos 11 e dos 12 aos 15 anos.

Os jovens concorrentes deverão escrever um texto epistolar (carta) sobre o tema indicado, sendo que a carta vencedora irá representar Portugal no concurso internacional, a par das cartas premiadas pelos demais países membros da UPU.

O regulamento do concurso está disponível para consulta no site dos CTT.


sábado, 3 de fevereiro de 2018

Quartas no Torga: A guerra civil espanhola vista por Miguel Torga e Manuel de Seabra

A Câmara Municipal de Coimbra organiza no próximo dia 7 de fevereiro, quarta-feira, pelas 18h00, na Casa-Museu Miguel Torga, uma sessão integrada no ciclo de conferências “Quartas no Torga”.
A iniciativa contará com a palestra do prof. António Apolinário Lourenço, do Centro de Literatura Portuguesa, que abordará a temática “Terra de Ninguém: A guerra civil espanhola vista por Miguel Torga e Manuel de Seabra”.

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Saída de circulação dos selos emitidos entre 2008 e 2010


Os CTT Correios de Portugal anunciou que decidiu retirar de circulação as emissões de selos comemorativos, série base, etiquetas de impressão de franquia automática, inteiros postais comemorativos e cartas inteiras relativas ao período de 2008 a 2010.

Segundo a empresa, essa decisão foi tomada ao abrigo dos artigos 17º e 18º do Decreto-Lei nº 360/85, que aqui recordamos:

Art. 17.º 
Os CTT podem retirar da circulação os selos postais quando estejam quase consumidas as suas existências em armazém e sempre que se verifique que as taxas não correspondem ao tarifário em vigor, podendo o correio manter para venda, após a retirada da circulação, exclusivamente com fins filatélicos, séries completas destas emissões.

Art. 18.º

1 - Os selos retirados da circulação em poder de qualquer utente poderão ser trocados por outros válidos dentro do prazo a fixar pelos CTT, o qual não poderá ser inferior a 30 dias.
2 - A troca referida no número anterior efectuar-se-á em qualquer estação de correios.
3 - Nas localidades com mais de uma estação de correios podem os CTT designar uma ou alguma delas para a execução dessa tarefa.
4 - Não podem aceitar-se para troca os selos perfurados e, bem assim, os designados nas alíneas a), b) e c) do artigo 7.º Art. 19.º Se for ultrapassada a data que tiver sido fixada para a retirada da circulação de uma emissão, os selos que a compõem deixam de ter validade postal.


Os selos, etiquetas, inteiros postais e cartas inteiras referentes aos anos indicados circularam até 31 de janeiro de 2018.

Os mesmos selos poderão ser trocados por outros que estejam em vigor, em qualquer loja CTT, entre 1 de fevereiro e 30 de abril de 2018.

Os CTT disponibilizam uma lista completa dos selos retirados.

Parece-nos um erro muito grave, serem retiradas as emissões base Transportes Públicos Urbanos (2º grupo), de 2008 com o único selo de 0,06€, Transportes Públicos Urbanos (3º grupo), de 2009:
com o único selo de 0,20€ e Transportes Públicos Urbanos (4º grupo), de 2010, com o único selo de 0,01€. Ou seja, só haverão selos de 0,02€, 0,03€ e 0,05€ para complementos de franquia, o que se torna muito pouco prático e pode levar a franquias erradas.